Academia Petropolitana de Letras
Menu Dropdown - Linha de Código

 

Memória Acadêmica
FLAVIO MACIEL

O professor Flavio Vieira Maciel, petropolitano, nascido a 25 de novembro de 1899, era de ascendência açoreana e alemã. Foram seus pais Álvaro Vieira Maciel e Maria Margarida Carolina Eckhardt. Casou em 10 de dezembro de 1932 com Berta Idalina Esch e o filho primogênito do casal , Franklin, tornou-se professor, como ele. Flávio Maciel lecionou durante 54 anos ininterruptos em vários colégios da cidade: Santa Isabel, Carlos Werneck, Sion, São José, São Vicente de Paulo, Santa Catarina, Estadual Washington Luís, do qual foi um dos fundadores e diretor e Liceu Municipal Prefeito Cordolino José Ambrósio, também diretor na gestão do prefeito Dr. Nelson de Sá Earp. Foi um dos mais conceituados e respeitados professores em Petrópolis, de grande cultura e largo conhecimento de física, matemática, química, ciências em geral e desenho artístico e técnico.Substitua qualquer professor em qualquer matéria, em impedimentos ocasionais, não deixando turmas ociosas, sem aulas. Apreciava a política, aparecendo como membro ativo da Executiva da União Democrática Nacional (UDN), concorrendo à vereança, sem êxito. Desempenhou, no Judiciário, função de suplente de Juiz. Respeitadíssimo, amado por seus alunos, extraordinária criatura humana e excelente colega da classe magisterial, era um intelectual autêntico, escrevendo artigos para a imprensa, permanentemente ligado à cultura das letras e das artes, aparecendo como um dos fundadores da Associação de Letras, a hoje Academia Petropolitana de Letras, na noite de 3 de agosto de 1922. Em nossa Academia ocupou a cadeira n° 36, patrono Carlos de Laet, jamais atuando na administração acadêmica, por direcionar o preferencial de sua vida para a educação. Faleceu, aos 70 anos de idade, a 14 de fevereiro de 1970, teve seu corpo velado no salão nobre do Colégio Estadual (então CENIP) e foi sepultado na necrópole municipal ao som de toque de silêncio pela Banda Marcial do Colégio, quel tanto prestigiara e dignificara. Um extraordinário mestre!
(Agradecimento especial ao historiador, pesquisador e sócio titular do Instituto Histórico de Petrópolis, Paulo Roberto Martins de Oliveira, que efetivou excelente pesquisa biográfica sobre Flávio Maciel)


Academia Petropolitana de Letras

© 2014 - Academia Petropolitana de Letras
Todos os direitos reservados