Academia Petropolitana de Letras
Menu Dropdown - Linha de Código

 

Memória Acadêmica
ADRIEN DELPECH

O professor Adrien Delpech era belga, nascido no ano de 1867. Fez seus estudos de todos os níveis em Paris. No ano de 1892, aos 25 anos de idade, chegou ao Brasil, onde se estabeleceu definitivamente. No Brasil desposou Clotilde Weguelin Delpech, brindado o casal com 5 filhos: Eugênio, Paulo, Noel, Maria e Oswaldo. No Rio de Janeiro ingressou no Colégio D. Pedro II, em seguida no Instituto de Educação e na Escola Nacional de Música, lecionando francês e arte. De grande cultura humanística foi professor de várias disciplinas, inclusive Literatura Brasileira, pela qual nutria especial predileção. Conhecia profundamente toda a produção literária de Machado de Assis, traduzindo algumas obras machadianas para a Língua Francesa. Escritor e jornalista, com publicações na Imprensa do Rio de Janeiro, escreveu os livros “Le Roman Brèsilien”, “L´Idole” e um belíssimo hino literário de exaltação à nossa cidade: “Petrópolis”. Como toda a sociedade do Rio de Janeiro, veraneava na Serra, aqui mantendo estreito contato com os jornalistas e escritores, o que lhe valeu a indicação e eleição para ocupar uma cadeira na Associação de Ciências e Letras, sendo empossado a 15 de dezembro de 1929, em sessão realizada no salão principal do Banco de Petrópolis, nessa época a sede provisória da entidade. O patrono por ele escolhido para a posse foi o artista e escritor Jean Baptiste Debret, um dos fundadores da Academia Brasileira de Belas Artes. A saudação foi proferida por Alcindo Sodré. A 23 de maio de 1942, aos 75 anos de idade, faleceu no Rio de Janeiro, sendo sepultado no Cemitério de São João Batista.
Nas três primeiras décadas do século XX, os veranistas intelectuais que passavam temporadas de novembro a março em Petrópolis, alguns com residências fixas e outros em hotéis ou sob hospedagens familiares, procuravam convivência com a sociedade cultural de Petrópolis, freqüentavam as sessões literárias e tornavam-se efetivos integrantes de nosso desenvolvimento cultural. Adrien Delpech foi um desses notáveis homens que dedicou a Petrópolis um grande carinho, luzindo no desenvolvimento da Cultura Petropolitana.


Academia Petropolitana de Letras

© 2014 - Academia Petropolitana de Letras
Todos os direitos reservados