Academia Petropolitana de Letras
Menu Dropdown - Linha de Código

 

Memória Acadêmica
WOLNEY AGUIAR

O cantor, compositor, professor e educador nasceu a 10 de março de 1913, em São João Nepomuceno, Minas Gerais filho de Theodomiro Teixeira de Aguiar e Henriqueta Mendonça de Aguiar. Seu pai foi cirurgião dentista formado na Inglaterra, profissão que passou para o filho - e irmão de Wolney - Prudente Aguiar e que foi respeitado e ativo vereador em Petrópolis. Os irmãos fizeram estudos primários na terra natal onde, desde cedo, Wolney trabalhou como operário de fábrica de tecidos, aprendiz de sapateiro, costurador de vassouras, sacristão até mudar-se para Petrópolis e aqui garção, vendedor, esmaltador ceramista enquanto concluía o ensino médio em curso noturno e dedicava-se ao estudo musical na Escola de Música Santa Cecília. No Colégio Pinto Ferreira concluiu o científico e conseguiu lugar como funcionário da Justiça Estadual, de escrevente a oficial do Registro Civil da Comarca de Petrópolis. Em 1951 bacharelou-se em Direito pela Universidade Federal Fluminense, em Niterói, advogou, dedicou-se à música, ao ensino, e, por fim, nomeado Juiz de Paz. Como professor, obteve capacitação profissional em exames prestados no Colégio Dom Pedro II, Rio de Janeiro, integrando-se de corpo e alma a muitos educandários, dirigindo em Petrópolis o Colégio Estadual Washington Luís (hoje D. Pedro II), o Instituto de Educação Presidente Kennedy, e outros, falecendo como presidente da Escola de Música Santa Cecília. Em 1957 criou a famosa Banda Marcial, que recebeu seu nome; regeu corais e conjunto musicais, compôs músicas, foi excelente tenor, fazendo bela dupla com a soprano Mariazinha, sua esposa, pais do consagrado maestro contemporâneo Ernani Aguiar. Uma vida dedicada à educação, à música, ao direito e poesia, tornando-se acadêmico da Academia de Poesia Raul de Leoni. Ingressou na Academia Petropolitana de Letras eleito em 6 de março de 1985, empossado a 11 de outubro do mesmo ano, cadeira nº 38, patrono Casimiro de Abreu. Faleceu a 17 de dezembro de 1992, aos 79 anos de idade. Foi personalidade ímpar e de largo prestígio em Petrópolis.


Academia Petropolitana de Letras

© 2014 - Academia Petropolitana de Letras
Todos os direitos reservados