Academia Petropolitana de Letras
Menu Dropdown - Linha de Código

 

Memória Acadêmica
ORLANDO CARLOS DA SILVA

Nasceu no ano de 1890. Estudioso, formou-se em Direito com largo sucesso na advocacia, galgando com mérito a magistratura. Em Petrópolis foi Juiz de Direito da Comarca, sábio e justo, e esteve no primeiro grupo de extraordinários professores da Faculdade Católica de Direito, lecionando Direito Comercial durante muitos anos. Integrava bancas examinadoras e seu conhecimento de humanidades era profundo. Ascendendo a Desembargador, manteve residência fixa na cidade. Graças a sua personalidade forte, de muito equilíbrio e ternura, tornou-se cidadão petropolitano com largo círculo de amigos e admiradores. Ingressou na Academia Petropolitana de Letras em 7 de maio de 1955, na cadeira nº 11, patrono Francisco de Castro e dela tornou-se presidente no biênio 1962-1963, tendo como companheiros de Diretoria Carlos Alberto Werneck, João Francisco, Mariná de Moraes Sarmento, Décio Duarte Ennes, Francisco de Paula Lupério Santos e José Joaquim Serpa de Carvalho, equipe que, exceção de Mariná, composta de advogados e professores dos mais conceituados de Petrópolis. Na sua gestão editou um número da Revista. Sempre presente, atuante, comparecia às reuniões culturais e assembléias acadêmicas, discutia, colaborava, era um verdadeiro acadêmico. Escreveu muitos trabalhos jurídicos, páginas de viagens, temas folclóricos, publicados na imprensa da cidade e na Revista acadêmica. Faleceu, aos 103 anos de idade, a 6 de junho de 1994. Um grande nome de nossa Academia e um exemplo de confrade partícipe e querido, extrovertido e sempre alegre, deixou grande saudade em todos que o conheceram e privaram de sua amizade.


Academia Petropolitana de Letras

© 2014 - Academia Petropolitana de Letras
Todos os direitos reservados