Academia Petropolitana de Letras
Menu Dropdown - Linha de Código

 

Memória Acadêmica
MANOEL MACHADO DOS SANTOS

Nasceu no Rio de Janeiro no ano de 1918. Foi aluno brilhante do Colégio São Bento do Rio de Janeiro e aos 21 anos de idade bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil em colação de grau realizada a 16 de dezembro de 1939. Convocado para a Força Expedicionária Brasileira, no posto de Major, participou da 2ª Guerra Mundial, recebendo condecorações: Medalhas de Campanha, de Guerra, de Cruz de Combate de 2ª Classe e Sangue do Brasil, como prova de seu empenho, bravura e consciência do dever. Advogado brilhante, talentoso professor, com magnífico dom oratório, ingressou na Universidade Católica de Petrópolis a partir de 1º de setembro de 1964, lecionando Economia Política e Deontologia Jurídica. Rigoroso, responsável, de rara competência administrativa, foi eleito Vice-Reitor nos anos de 1966 a 1982 e, por fim, Reitor de 1982 a 1987. Na mais elevada posição universitária, nunca deixou a sala de aula, cumprindo rigorosamente os horários, ministrando aulas de largo conteúdo profissional e de conhecimento universal. Lecionou, ainda, História do Pensamento Econômico, História Econômica e Formação Econômica do Brasil. Ao deixar a Reitoria foi elevado a Reitor Emérito da Instituição e do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras. Esteve por alguns anos colaborando com a Editora Vozes como consultor jurídico, escreveu muitos trabalhos técnicos nas áreas de Direito, Administração e Ciências Econômicas. Ainda na Universidade Católica, foi diretor da Rádio UCP por cerca de 10 anos, onde apresentava crônicas saborosas de belo conteúdo filosófico e algumas de fino humor, no programas "Cinco Minutos de Antologia" e "O Tempo e a Palavra". Foi membro atuante do Rotary Clube de Petrópolis e acadêmico titular da Academia Petropolitana de Educação. Eleito para titular da Academia Petropolitana de Letras em 29 de maio de 1980, foi empossado a 11 de setembro do mesmo ano. No biênio 1989/1990 exerceu a função de Conselheiro Fiscal da Diretoria e no biênio 1995/1996 foi Vice-Presidente. Casado com a professora Yvonne Seccádio dos Santos, o casal teve duas filhas Ana Lúcia e Sheila. Faleceu a 29 de setembro de 1998, sendo sepultado no Rio de Janeiro. Uma vida consagrada ao ensino e à administração universitária, o professor Manoel Machado dos Santos foi brilhante e querida personalidade de nossa Cultura Petropolitana.


Academia Petropolitana de Letras

© 2014 - Academia Petropolitana de Letras
Todos os direitos reservados